Saltitando com as Palavras, como o próprio significado da palavra SALTITAR — divagar de um para outro assunto — foi idealizado para expressar e partilhar as pequenas coisas boas, e menos boas da vida, tais como: emoções, dificuldades, desafios, conquistas, alegrias, enfim, pulular este espaço com todo o tipo de informação para o bem-estar e lazer.

Crase, Pegadinha em Concurso Público e Vestibular

A palavra Crase vem do grego “krasis”, que significa mistura,  fusão ou junção. Na verdade, crase é a junção de duas vogais iguais e, acento grave, é o sinal que marca esta junção. 

Dessa forma, o acento não é chamado de crase, mas grave. É o acento grave que denuncia o uso da crase e a crase acontece toda vez que ocorre a fusão de dois as — da preposição a com o artigo a.
 
Ex. Vou à feira  =  Vou a + a feira. 

Os artigos determinam e definem os nomes femininos, assim, para verificar se a crase está correta, troque a palavra feminina por outra masculina que tenha o mesmo sentido e veja se aparece a + o = ao (preposição mais artigo). Se o resultado for ao, o correspondente feminino será  à  (a + a = à). 

Para saber se um a é uma preposição, tente substituí-la pela preposição para. Caso contrário, certamente se tratará de artigo feminino. 

O fato é que todo mundo tem dúvida, principalmente, na hora do provão e, pensando nisso, decidimos pesquisar “algumas regrinhas” que certamente ajudarão e muito. Confira!
 

QUANDO USAR CRASE: 

Substitua a palavra feminina por uma masculina. Se na troca aparecer  ao (contração da preposição a com o artigo o), use crase.

. Fui à piscina.  (troque por ao futebol);

. Devido à chuva, o encontro foi adiado ( troque por ao calor);

. Fui à feira ( troque por ao supermercado);

. Em relacão à fatura, o preço não confere (troque por ao faturamento)
 

• Expressões adverbiais femininas também pedem crase, como por exemplo,  dobre à direita, virar à esquerda, comprar à vista.
 

• Expressões que indicam hora, à moda de e à medida que.

. Ela gosta de chapéus à moda de Catherine, Duquesa de Cambridge.

Lembrando que à moda de, muitas vezes, vem implícita, como em: Ele comprou sapatos à Luís XV (à moda Luís XV).
 

Use crase para evitar duplo sentido, como por exemplo:  
. Receber à bala (receber com tiros) ou Receber a bala (acolher a bala)

. A menina cheira à rosa (exala perfume de rosas) ou A menina cheira a rosa (aspira o perfume da rosa).
 

Para identificar dois aa na sentença, um aparente e outro escondido. Se isso acontecer, a crase tem lugar.

. Charles é fiel à esposa.

Esclarecendo: O adjetivo fiel pede preposição, pois quem é fiel , é fiel a alguém ou a alguma coisa. Esposa, palavra feminina, pede o artigo a. Logo,o encontro da preposição a com o artigo a dá origem à crase.
 

• Nas locuções femininas de meio ou instrumento:

. À vela;  À mão;  À bala e etc.  

•Troque os Verbos ir e dirigir-se, por um que indique procedência, como voltar, por exemplo:

Quem vai a e volta da = crase, mas quem volta de, não há crase.

. Fui à Itália = Voltei da Itália.

. Fui a Salvador = Voltei de Salvador.

. Fui à casa dele = Voltei da casa dele.
 

• Antes dos relativos que, qual e quais, quando o a ou as puderem ser substituídos por ao ou aos:

. Eis a moça à qual você se referiu = Eis o rapaz ao qual você se referiu;

. Fez alusão às pesquisas às quais nos dedicamos = Fez alusão aos trabalhos aos quais nos dedicamos;

. É uma situação semelhante à que enfrentamos ontem = É um problema semelhante ao que enfrentamos ontem.
 

• Nas formas àquela, àquele, àquelas, àqueles, àquilo, àqueloutro e derivados.

. Cheguei àquele (a + aquele) lugar.

. Vou àquelas cidades. (a + aquelas)

. Referiu-se àqueles livros. (a + aqueles)

. Não deu importância àquilo. ( a + aquilo)
 

• Nas indicações de horas, desde que determinadas.

. Chegou às 8 horas, às 10 horas, à 1 hora.

. Veio à meia-noite em ponto.

. O aumento entra em vigor à zero hora.
 

No caso de hora indeterminada não se usa crase.

. Irá a uma hora qualquer.

(A indeterminação afasta a crase)
 

• Nas locuções adverbiais, prepositivas e conjuntivas.

Ás pressas, às vezes, à risca, à noite, à frente, à maneira de, à moda de, à procura de, à mercê de, à custa de, à medida que, à proporção que, à força de, à espera de...

. Saiu às pressas;

. Vive à custa do pai;

. Estava à espera do irmão;

. Sua tristeza aumentava à medida que os amigos partiam.
 

NÃO USE CRASE:

• Antes de palavra masculino.

. Ele veio a pé;

. Andei a cavalo;

. Comprei a prazo;

.  Mário esteve no Rio a serviço e etc.
 

• Antes de verbos.

. Ele saiu a correr e Fomos obrigados  a trabalhar;

. Ele passou a ver...;

. Começou a fazer...;

. Pôs-se a falar e etc.
 

• Antes de artigo indefinido.

 Chegamos a uma boa conclusão.
 

• Antes de formas de tratamento.

. Trouxe uma mensagem a Vossa Majestade;

. Escreverei a Vossa Excelência;

. Recomendamos a Vossa Senhoria...

. Pediram a Vossa Majestade...
 

• Antes de pronomes pessoais, indefinidos e demonstrativos.

. Nada revelarei a ela, a qualquer pessoa ou a esta pessoa.
 

• Quando o a está no singular e a palavra seguinte está no plural.

. Referimo-nos a moças bonitas.
 

• Quando existir preposição antes do a

. Compareceram perante a Justiça.
 

• Antes de expressões de palavras repetidas

. Cara a cara; lado a lado; frente a frente; gota a gota; de ponta a ponta.
 

• Nome de cidade

. Chegou a Brasília; (voltou de onde? de Brasília = então não há crase).

. Irão a Roma este ano. ( Voltarão de onde: de Roma)
 

Exceção:

Há crase quando se atribui uma qualidade à cidade

. Iremos à Roma dos Césares;

. Referiu-se à bela Lisboa; à Brasília das mordomias, à Londres do século 19.
 

• Dona e madame

. Deu o dinheiro a dona Maria;

. Já se acostumou a madame Angélica. 

Exceção:

Há crase se o dona ou o madame estiverem particularizados

. Referia-se à Dona Flor dos dois maridos.
 

  Numerais considerados de forma indeterminada

. O número de mortos chegou a dez;

. Nasceu a 8 de janeiro;

. Fez uma visita a cinco empresas.
 

• Distância, desde que não determinada

. A polícia ficou a distância;

. O navio estava a distância.
 

Porém, quando se define a distância, existe crase

.  O navio estava à distância de 500 metros do cais;

.  A polícia ficou à distância de seis metros dos manifestantes.
 

• Terra, quando a palavra significa terra firme

. O navio estava chegando a terra;

. O marinheiro foi a terra.
 

Nos demais significados da palavra terra, usa-se a crase

. Voltou à terra natal;

. Os astronautas regressaram à Terra.
 

• Casa, considerada como o lugar onde se mora

. Voltou a casa;

. Chegou cedo a casa e etc.
 

Porém se a palavra casa estiver determinada, existe crase

. Voltou à casa dos pais;

. Iremos à Casa da Moeda;

. Fez uma visita à Casa Branca e etc.
 

USO FACULTATIVO

• Antes do possessivo
 
. Levou a encomenda a sua ou à sua tia;

. Não fez menção a nossa ou à nossa empresa.
 
Mas, geralmente, a crase dá clareza a este tipo de oração.

 
• Antes de nomes de mulheres
 
. Declarou-se a Joana ou à Joana.

Em geral, se a pessoa for íntima de quem fala, usa-se a crase, caso contrário, não.
 

• Com até a ou até à

. Foi até a ou até à porta; Até a volta ou até à volta.
 

• Estamos a sua disposição  ou  à sua disposição?

Antes dos pronomes possessivos minha, tua, sua nossa…, o uso dos artigos definidos é facultativo:

. Este é o meu carro ou Este é meu carro;

. Aquela é a minha sala ou Aquela é minha sala.
 

Vale lembrar que sempre e quando houver a preposição a antes de um pronome possessivo feminino singular, restará a dúvida cruel, porém, tenha em mente que como o uso do artigo antes do pronome possessivo é facultativo, logo, o uso do acento da crase também o será. 
 

Crase — Pegadinha em Concurso Público e Vestibular.
Fonte: Pesquisa livre nos livros de Pasquale,  Bechara, Cegalla e  Renato Aquino.
 

Tags:
Crase, acento grave,  pegadinha, vestibular, concurso público.
..