Abraço — Bom pra Quem Dá e Recebe

Um abraço é um gesto simples e reconfortante , que pode demonstrar afeto, amizade, amor, consolidariedade, apoio, consolo, proteção e paz. É bom para quem dá, quanto para quem o recebe e não custa nada — é só abrir os braços e acolher com a alma.

O Dia do Abraço, também conhecido como O Free Hugs Campaing, é um movimento social que envolve pessoas oferecendo abraços para "estranhos" em locais públicos, escolas, cursinhos e em casa. Tornou-se internacionalmente famoso em 2006, ficando estabelecido o dia 22 de Maio como o Dia do Abraço.  

A data foi instituída a partir da irreverência do australiano Juan Mann, um jovem de 22 anos na época, que voltando de Londres para Sidney, não tinha quem o recebesse, então fez um cartaz escrito "Free Hugs" (abraços grátis) e foi para a rua em busca de afeto.

No início, as pessoas ficaram receosas, mas logo várias delas entraram no espírito e o abraçaram. A polícia de Sidney tentou proibir a campanha, mas Mann conseguiu 10 mil assinaturas para evitar a proibição.

Um integrante da banda australiana Sick Puppies, que estava passando por perto, gostou da atitude do jovem e lhe propôs fazer um vídeo com uma de suas músicas, "All the Same".
 
A partir daí, a campanha foi tomando proporções gigantescas, atravessou países, oceanos e hoje está presente em todo o mundo. 

O primeiro brasileiro a participar foi Ary Itnem Whitacker, que saiu pela Avenida Paulista, em São Paulo, erguendo uma placa com a frase "Dá um abraço?".

Mas afinal o que significa abraço? 
O abraço consiste basicamente no envolvimento de uma pessoa nos braços da outra. É possível um abraço "completo", quando as duas pessoas se abraçam entre si ou um abraço unilateral, quando alguém permanece imóvel e a outra pessoa a abraça. 

Um abraço pode ser coletivo e dado entre mais de uma pessoa ao mesmo tempo e, também, é possível abraçar objetos ou animais, como por exemplo uma árvore ou um pequeno cão.  

Dependendo da intensidade e forma como é expressado, um abraço pode fazer parte do relacionamento sexual dos seres humanos, despertando tanto no homem quanto na mulher, sinais de libido. Esse tipo de abraço pode acompanhar um beijo apaixonado. 

Apesar de incomum, pode-se dizer também que alguns animais podem abraçar, como por exemplo a gorila , que abraça seu filhote de forma muito parecida com o ser humano e a gata que com sua pata cobre os filhotes para os proteger e é interpretado por nós, humanos, como um abraço. 

Desde a infância, as pessoas aprendem a abraçar aqueles que lhe são próximos para transmitir emoções diversas, seja em momentos de alegria, tristeza, saudade ou, até por que dá aquela vontade de abraçar e ser acolhido.  

O abraço traz benefícios para a saúde,  segundo pesquisas, pois aumenta os níveis de uma substância chamada oxitocina, que reduz os estados de stress e ansiedade, aumentando a felicidade e o bem-estar da pessoa. 

Segundo estudos da Universidade da Carolina do Norte (EUA), o contato físico pode aumentar a longevidade. Sugere ainda que uma relação forte e duradoura pode proteger contra futuras doenças cardiovasculares e fazer bem para a saúde geral. 

A afetividade aumenta e traz bem-estar, efeito da ação do hormônio que gera um impulso e desejo de cuidar. Katheleen Keating, autora do livro A Terapia do Abraço, diz que a sociedade está sofrendo de solidão e, muito embora, a tecnologia moderna seja importante, todo ser humano precisa de carinho físico.

Afirma ainda que as pessoas não admitam que precisam de carinho, pois, isso é sinal de fraqueza e dependência, principalmente para os homens. Segundo a autora existe em nossos braços, mãos e dedos "algo mais" que faz alguém se sentir amado e cuidado com um simples abraço. 

O ato de abraçar nos remete a duas coisas boas na vida:  abraçar pessoas e oportunidades. Portanto, comece pela manhã e dê um abraço a quem você ama e a quem te quer bem, ou até mesmo aquela pessoa que às vezes está do seu lado, apenas esperando a oportunidade de dar e receber um abraço, assim, não se pode deixar de abraçar as oportunidades diárias.

Existem diferentes tipos de abraço, entre outros destacamos: 

• Impessoal
Geralmente é apenas  “falado” e não é dado de fato. É um sinal de mínima intimidade  e  é mais comum entre pessoas desconhecidas.
Na linguagem da internet —  o internetês —  isso pode ser ainda representado por dois, desta forma: []'s ou ainda por parênteses assim: ()'s ou mesmo escrito sob a forma de "abç" — não apenas na internet, mas também em uma carta ou bilhete informal.
Esse tipo de expressão é muito comum no Brasil, mas não é tão comum em outras línguas. No inglês, por exemplo, "hug" pode ser íntimo demais caso seja escrito ou falado e dificilmente tem o sentido impessoal. 

• Sexual
Na cultura popular brasileira, chama-se o abraço que exprime uma conotação sexual como "amasso" ou "abraço quente". Um abraço neste estilo consiste geralmente em apalpar, apegar-se ou apertar mais que um abraço comum. 

 Amplexoterapia
Há quem acredite que abraçar seja uma ótima terapia contra a tristeza e a depressão, pois o abraço seria muito mais do que um simples "apertão" de braços, e que no momento que abraçamos afetuosamente a quem apreciamos, transmitimos ali emoções como o amor  e a paz.
O fato é que não importa o jeito do abraço, o importante mesmo é abraçar e ser abraçado por quem nos quer bem e vice versa, portanto, aproveite O Dia do Abraço para começar a fazer sua parte, pois  este simples gesto pode fazer a diferença na vida de qualquer pessoa, inclusive você!


Abraço —  É Bom pra Quem Dá e Recebe
Fonte: Wikipedia, UOL mensagens e poemas
Blog Saltitando com as Palavras 

Tags:
Abraço, gesto simples, reconfortante, afeto, amizade, amor, solidariedade, apoio, consolo, proteção, paz, bom, recebe, nada, alma.

Leia também:
A tecnologia do Abraço — Por um Matuto Mineiro
Abraços Grátis!
.