Mãos — Um Toque de Harmonia no Corpo, Mente e Espírito.

Nosso estilo de vida, hábitos, crenças e ansiedades geram tensões e stress que podem afetar o funcionamento adequado do organismo e da vida em geral causando vários tipos de desconfortos e disfunções físicas, mentais e emocionais.
 
Jin Shin Jyutsu é uma arte de harmonização do corpo, da mente e do espírito através de toques com as mãos em combinações de 26 pontos do corpo onde a energia vital se concentra, chamadas 26 Travas de Segurança de Energia (TSE).

Traz bem estar, vitalidade, dissolve o stress e estimula a capacidade  natural de regeneração do corpo e expansão da consciência e, pode ser usado, como complemento para a medicina convencional, pois promove relaxamento profundo e reduz os efeitos do stress, fator desencadeante de muitas doenças do homem moderno.

Suas raízes encontram-se na sabedoria inerente a todos seres humanos — da qual nem sempre estamos plenamente consciente — de que todos temos a capacidade de nos harmonizar física, mental e emocionalmente.
 
Essa sabedoria foi resgatada através dos estudos do Mestre Jiro Murai no Japão, no início do século XX e  foi trazida por sua aluna Mary Burmeister,   para os Estados Unidos em 1950 e, desde 1990,  esta arte tem sido ensinada e praticada no Brasil por um número crescente de pessoas. 
 
Segundo Mary Burmeister  — aluna durante 12 anos do mestre Jiro — o Jin Shin Jyutsu é uma Fisio-Filosofia, pois nos permite conhecer a essência da natureza humana, ensinando a perceber, compreender e transformar a nossa realidade de forma natural, sem esforço. Com a prática desta arte podemos reconhecer a sabedoria do corpo e da vida, entender suas mensagens e utilizá-las para gerar harmonia e saúde.
 
Uma das técnicas de Jin Shin Jyutsu é aplicada nos dedos das mãos — a mão direita representa o “aqui agora” e a mão esquerda o “passado” — para aliviar emoções bloqueadas e atuar em cinco atitudes negativas específicas: preocupação, medo, raiva, tristeza (pesar), pretensão (cobrir, esconder), assim, ao massagear, suavemente, cada dedo de sua mão sentir-se-á melhor,  porque para cada dedo corre um canal de energia que é conectada a um órgão do corpo e, portanto, associada a uma emoção.
 
É possível aplicar essa técnica em qualquer lugar onde possa segurar os dedos. A intensidade do toque é firme e delicada. Não aperte —  imagine que você está segurando um passarinho —  depois que começar a pulsar, espere uns 3 minutos e então mude de dedo. 
 
Abaixo descrevemos as emoções trabalhadas em cada dedo:
 
DEDO POLEGAR — Preocupação
Depressão, ódio, obsessão, ansiedade, auto proteção.
 
  Desequilíbrio no nosso padrão de energia “individualizada” do estômago e baço.
• Melhora a digestão de alimentos, ideias, pensamentos e emoções;
• Ajuda a dormir melhor e nos torna receptivos ao toque e carinho;
• Preocupações e ruminações mentais desaparecem;
• Ajuda estômago, baço e pâncreas;
• Bloqueia uma dor de cabeça que está começando.
 
DEDO INDICADOR  — Medo
Timidez, confusão mental, depressão, perfeccionismo, crítica, frustração, desejo de vida.
 
• Desequilíbrio no nosso padrão de energia individualizada da bexiga e rim;
• Traz coragem, fortalece o desejo de viver, harmoniza a circulação dos fluidos corporais e o sistema muscular;
• Dissolve o medo e as inseguranças. Ajuda rim e bexiga. Evita uma dor nas costas que está iniciando.
 
DEDO MÉDIO  - Raiva
Covardia, irritabilidade, indecisão, instabilidade, não alerta, emotividade.
 
• Desequilíbrio no nosso padrão de energia “individualizada” da vesícula e fígado;
• Expande o sentimento de compaixão, a lucidez mental, a criatividade;
• Regula a harmonia interior do corpo;
• Elimina a raiva, frustrações e irritabilidade;
• Ajuda fígado e vesícula biliar;
• Melhora a visão e revitaliza a fadiga geral.
 
DEDO ANULAR  - Tristeza (pesar)
Negatividade, formação de muco, bom senso.
 
• Desequilíbrio no nosso padrão de energia “individualizada” do pulmão e intestino grosso;
• Promove a alegria, a esperança, o soltar do passado e o se abrir ao novo;
• dá vitalidade e energia ao corpo. Afasta a tristeza, negatividade e o pesar;
• Ajuda os pulmões e o intestino grosso.
• Harmoniza a respiração e desconforto no ouvido.
 
DEDO MÍNIMO — Pretensão  (cobrir, esconder)
Chorar por dentro e rir por fora, insegurança, nervosismo, confusão, mortalidade.
 
• Desequilíbrio no nosso padrão de energia “individualizada” do coração e intestino Delgado;
• Conecta com a intuição, aumenta a autoestima, harmoniza o sistema esquelético;
• Termina com pretensão, julgamentos, comparações e esforço;
• Ajuda coração e intestino Delgado;
• Evita uma dor de garganta que está iniciando.
 
CENTRO DA PALMA DA MÃO
Traz sensação de paz profunda e de unidade com o universo.
 
• Dissolve o desânimo;
• Ajuda diafragma e fluxo do umbigo;
• Harmoniza corpo, mente e espírito mutuamente e com o universo.
 
Pode-se dizer que para quem tem desarmonias devidas ao stress e/ou questões de saúde, ou para quem simplesmente, deseja participar ativamente na manutenção da sua saúde, harmonia e bem-estar, a Arte do Jin Shin Jyutsu é uma ferramenta poderosa, disponível para todos que querem aprender a despertar a harmonia natural que existe em cada um e, se levarmos em conta que, cada dedo representa uma chave simples para destravar e harmonizar nossa atitudes, não há tempo a  perder,  pois que nem diz o velho ditado: Melhor prevenir do que remediar!



 
A alegria é um indicador da nossa harmonia. Temos as nossas duas mãos como os nossos rejuvenescedores e harmonizadores — Mary Burmeister
 
Fonte:
 
Tags:
Poderá gostar também de: