Desperte o Ano Novo que está dentro de você!

A chegada de um ano novo é sempre mar­cada por expecta­tivas, ansiedades e incerte­zas, independentemente, de raça, religião, situação econômica ou do país ao qual escolhemos para viver. 
Ano após ano, repetimos uns pra os outros: Que seus sonhos se realizem no ano que vai chegar… e outros clichês, mas  também, há os que dizem que uma das maneiras de iniciarmos o novo ano é refletir sobre as expectativas e fazer uma lista por ordem de prioridades e dar o “pontapé” inicial.

 Ano Novo é sempre um bom momento para renovar as esperanças e os sonhos e, o que para muitos, significa a satisfação de olhar para trás e ver alguns de seus sonhos realizados, para outros, a frustração de verem seus sonhos adormecidos na lista de esperanças para o Novo Ano.

De fato, a vida não muda, nós é quem mudamos o curso de nossa vida, isto é, se continuarmos pensando do mesmo jeito e não mudarmos nossa forma de agir, no dia a dia, certamente, os sonhos permanecerão adormecidos  somados à “impotência ou comodismo” de não termos atingido, pelo menos, algumas de nossas metas.

Portanto, é tempo de despertar o Ano Novo que está dentro de você,  que implica em renovar, arriscar, ousar e superar limites, diariamente, não apenas seguir acumulando simples promessas renovadas  a cada Ano que se inicia.

Para Ler, Reler e Refletir, abaixo publicamos o texto de Carlos Drummond de Andrade :
Receita de Ano Novo 
Para você ganhar um belíssimo Ano Novo
cor de arco-íris, ou da cor da sua paz, 
Ano Novo sem comparação como todo o tempo já vivido
( mal vivido ou talvez sem sentido)

para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,

mas novo nas sementinhas do vir-a-ser,
novo até no coração das coisas menos percebidas

(a começar pelo seu interior)
novo espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,

mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,

você não precisa beber champanhe
ou qualquer outra birita,

não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passar telegramas?)
 
 Não precisa fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.

Não precisa chorar de arrependido
pelas besteiras consumadas

nem parvamente acreditar
que por decreto da esperança

a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,

justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,

direitos respeitados, começando
pelo direito gosto de viver.

Para ganhar um ano-novo
que mereça este nome,

você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
 É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.
Carlos Drummond de Andrade

Desperte o Ano Novo que está dentro de Você!
Título original: Receita de Ano Novo de Carlos Drummond de Andrade
Blog Saltitando com as Palavras


Poderá também gostar de:
Ano Novo - Fazer e Receber o Bem
Feliz Ano Novo — Adeus Ano velho...